Rede de Sementes do Xingu leva inovações sobre adequação ambiental à Dinetec 2020

Organização marcou presença na feira com apresentação de produtos e serviços ambientais para o setor agro

Entre os maiores eventos do agronegócio no Centro-Oeste brasileiro e o maior do Vale do Araguaia, a Dinetec 2020 (Dia de Negócios e Tecnologia) recebeu, entre os novos expositores desta edição, uma novidade: a Rede de Sementes do Xingu, que há mais de 12 anos vende sementes nativas e esse ano inaugura a oferta do serviço de restauração florestal que inclui diagnóstico de área, implementação com semeadura direta e monitoramento, serviço que vai de encontro aos interesses dos produtores rurais.

Valter Hiron, representante comercial da Rede, conversando com visitante do estande durante a Dinetec 2020. Foto: Tatiane Ribeiro

Dos 116 estandes do evento, que aconteceu em Canarana (MT), entre os dias 15 e 17 de janeiro, e recebeu cerca de 15 mil visitantes, o da Rede é a único relacionado ao tema de adequação ambiental das propriedades rurais, serviço importante para regularização do setor agrícola do país. 

“Hoje muitos produtores possuem algum ponto em sua propriedade que precisa de regularização ambiental. Uma empresa que possa oferecer esse serviço, promovendo a regularização do ponto de vista do código florestal é muito importante nesse evento, pois, muitos produtores passaram a conheceram e ter acesso à essa informação sobre como regularizar suas propriedades de uma maneira mas fácil e prática”, afirma Alexandre Weirich, da Meta Consultoria Agrícola, organizadora do evento.

João Carlos Mendes Pereira técnico em restauração florestal da Rede em entrevista para TV Interativa. Foto: Tatiane Ribeiro

Com sede em Canarana e atuação em municípios da bacia do rio Xingu e do Araguaia, é a primeira vez que a Rede participa de um evento do setor agrícola. Para João Carlos Mendes Pereira, técnico em restauração florestal da organização é importante que uma iniciativa local seja apresentada às pessoas que vivem e moram onde atuam, assim como também às empresas interessadas em investir na região. “Para nós também é uma oportunidade de mostrar o trabalho que desenvolvemos há mais de uma década na região, sobretudo para os produtores rurais que necessitam fazer a adequação ambiental das suas propriedades”, diz.

Com foco na integração de interesses que ajudam a recuperar áreas degradadas, a Rede aposta para 2020 em uma relação mais direta com os produtores rurais além de parcerias com empresas que fazem a restauração. “Existe uma demanda potencial significativa de áreas que precisam ser recuperadas no Brasil como um todo e para os próximos anos o investimento para suprir essa demanda trará benefícios para diversos setores”, afirma Pedro Ferro, analista da P4F (Partnership for Forests- Parceira pelas florestas), programa do Reino Unido (UK), parceira da Rede.

Desafios e oportunidades

Dinetec 2020. Foto: Falcon Filme

No entanto, a aproximação do setor ambiental e o agrícola ainda é uma tarefa desafiadora. João Carlos avalia que é preciso ter mais abertura nesse eventos, além da Rede estar mais presente em espaços com esse público, como outras feiras de negócios, eventos de sindicatos rurais,  discussões e reuniões realizadas pelas prefeituras, fóruns, entre outros. “A Dinetec, por exemplo, tradicionalmente é um evento em que os participantes procuram fazer negócios dentro do setor agro. Mas esse setor também possui demandas que a Rede pode atender, como a adequação ambiental das propriedades que pode ser usada para promover o desembargo das propriedades e a restauração florestal que ajuda a proteger e conservar os recursos hídricos regionais”, pontua João.

Valter Hiron, novo representante comercial  da Rede de Sementes do Xingu, avalia como positivo essa primeira participação no evento. “Estabelecemos contatos e fomos parabenizados por produtores que reconhecem a efetividade do resultado do plantio de árvores por semeadura direta, o que pode ser um primeiro passo para fechar projetos no futuro”, acredita.

Estande da Rede de Sementes do Xingu foi o único do pavilhão empresarial sobre adequação ambiental. Foto: Falcon Film

As próximas ações apontam para  a possibilidade da Rede participar de mais um evento do setor de agronegócios em Primavera do Leste, além de outros que ocorrerão ao longo do ano. “Assim mais produtores e potenciais parceiros terão a chance de conhecer mais a Rede de Sementes do Xingu e nos contactar para adquirir nossos serviços e produtos”, indica Valter.

Para mais informações sobre venda de sementes e serviços de restauração florestal entre em contato pelos e-mails: joaocarlos@sementesdoxingu.org.br e valter@sementesdoxingu.org.br. Telefones: (66) 98410-4683 e (61) 99821-6099

Deixe um comentário